25 setembro, 2009

Festividades Nª Senhora das Graças

Stª Luzia


Pelo quinto ano consecutivo, e depois de um interregno de 56 anos, o Município de Chaves, a Associação “Chaves Viva” e as Paróquias do concelho, organizaram as festividades em honra de “Nossa Senhora das Graças”.
Este ano, o maior evento de Chaves associado à religiosidade foi vivido com dignidade e contou com a participação activa dos cidadãos de todas as aldeias concelho. Depois da celebração da eucaristia no Jardim Público, terminou com a habitual procissão, que contou com 41 andores.
Stº António de Monforte fez-se representar com o andor de Santa Luzia. Apesar de se pedir a representação do padroeiro, o carinho que a aldeia devota a Santa Luzia fez com que se tivesse decidido levar um ano o Santo António e outro a Santa Luzia. O andor estava simples, mas bonito e singelo, tal como a imagem projectada pela santa. O andor foi carregado e acompanhado por poucas pessoas da aldeia. Seria bom contar com a presença de mais gente a acompanhar a procissão e respectivo andor.Estiveram também presentes as Bandas Filarmónicas de Outeiro Seco, “Os Pardais”, Torre de Ervededo, Vila Verde da Raia, Rebordondo e Loivos. Na Praça de Camões, as seis bandas filarmónicas executaram a “Marcha de Chaves”, da autoria do Maestro Carlos Emídio Pereira, tendo sido dirigidas pelo Maestro Lico Aguiar, um dos sobreviventes da criação deste hino. Toda a população cantou com orgulho o hino a Chaves.

2 comentários:

Manuel disse...

OLA AMOR

Daniel (e aí beleza?) disse...

Passei por aqui
......<><><>......
.....<><><>.......
....<><><>........
...<><><>.........
..<><><>..........
<><><><><><>......
<><><><><>........
<><><><>..........
<><><>............
<><>..............
<>................
danielrodrialmeilei.blogspot.com